Segue resoluta mulher que quer trocar braço por prótese biônica

A britânica Nicola Wilding (foto), que deseja substituir a mão direita por uma prótese biônica, será submetida à cirurgia exploratória em setembro, para determinar se a amputação pode ir em frente. De acordo com a BBC News, Nicola Wilding, que perdeu o uso da mão direita em um acidente de carro há 12 anos, esteve mais uma vez na semana passada com o cirurgião Oskar Aszmann, para exame dos nervos de seu antebraço. O objetivo é definir a viabilidade do transplante muscular responsável por impulsionar os sinais nervosos em seu braço, reflexões esses que serão utilizados por Wilding para executar as funcionalidades da prótese.

“A Nicola tem sinais muito fracos em seu antebraço, ela vai precisar de sinais mais fortes para conduzir uma prótese”, afirmou o cirurgião, explicando que, mesmo quando toca a mão da paciente e ela afirma que pode sentir alguma coisa, é necessário abrir o braço para ver se há fibras motoras suficientes para fornecer sinais para a mão biônica. Por isso, na cirurgia, Aszmann irá transplantar músculo da perna para aumentar a saída elétrica dos nervos. Estes sinais elétricos são essenciais para que Nicola possa controlar a mão biônica. “Sem eles, a amputação seria inútil”, afirma.

CASO DE SUCESSO – Em 2011, um jovem chamado Milo, residente na Áustria, tomou a mesma decisão que Nicola Wilding e amputou a mão direita para poder colocar uma prótese biônica. A experiência, conduzida pelo mesmo cirurgião Oskar Aszmann, deu certo. No caso de Milo, porém, sua mão biológica estava aparentemente saudável, mas morta em sentindo funcional. Vítima de um acidente de moto onde derrapou e bateu contra um poste, Milo sofreu uma lesão no plexo braquial em seu ombro direito que deixou seu braço sem sensibilidade e movimento. Ele foi operado diversas vezes, tendo transplantado músculos e tecido nervoso de uma de suas pernas, que recuperaram apenas a mobilidade do antebraço, mas não da mão, que foi amputada e substituída por uma prótese.

A polêmica decisão de amputar um membro aparentemente saudável, mas sem possibilidades terapêuticas de recuperação, divide a opinião de médicos e pacientes envolvidos com a questão. Para alguns, os esforços médicos deveriam continuar apontando para a recuperação do membro, ao passo que para outros, a amputação “por opção” pode melhorar a qualidade de vida do paciente, em razão dos sucessivos avanços das atuais tecnologias aplicadas no desenvolvimento de próteses. “É eticamente incorreto ou funcionalmente acertado?” parece ser a grande questão.

E você, o que faria? Insistiria na recuperação (o que poderia não acontecer) ou optaria pela cirurgia e posterior colocação de uma prótese?

Leia também:

Britânica se prepara para amputar braço e ganhar membro biônico
Amputar: uma escolha impensável para muitos que precisam dela

Passo Firme – 17.07.2012 (Com informações de BBC News)
Vote no Blog Passo Firme para o TopBlog 2012!

Anúncios

Um comentário em “Segue resoluta mulher que quer trocar braço por prótese biônica

Obrigado por sua colaboração ao #PassoFirme!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s