Alagoas é o estado brasileiro que mais amputa diabéticos

diabetes-alagoas

Aproximadamente 500 diabéticos perdem algum membro do corpo todo mês em Alagoas – o mesmo nível de amputações de Cuba – segundo informações da Câmara Municipal de Maceió

A Câmara Municipal de Maceió discutiu, no último dia 1º de março, um problema que preocupa toda a sociedade. Alagoas é o Estado que mais amputa pés diabéticos no Brasil. Para acabar com esse status, o propositor da sessão, vereador Cleber Costa (PT), vai encaminhar um projeto de lei para que se estabeleça na capital uma política de acolhimento de diabéticos.

“Pretendemos reduzir em 50% a frequência de cirurgias de amputação em Maceió, e por tabela, pretendemos estender isso ao Estado”, deixou claro o parlamentar petista. Ele alerta para o crescente número de diabéticos no mundo. Segundo estatísticas da International Diabetes Federation (IDF), em 1985, a população mundial dispunha de 30 milhões de diabéticos do tipo 2 – a melitus, adquirida com hábitos e costumes equivocados de vida. Atualmente, ainda de acordo com a IDF, os diabéticos deste gênero são 250 milhões, no mundo.

Costa lamentou os números da IDF e recordou que se nenhuma medida preventiva for tomada, em 2025, serão 380 milhões de diabéticos. E é de forma preventiva mesmo que o projeto de lei pretende agir em Maceió. “Esse projeto de lei vai cobrar do Executivo um programa que oriente, acompanhe e trate os diabéticos para que se evite o ‘pé diabético’, que é o estágio extremo de descuido em que um paciente pode chegar”, explicou.

Em dados atualizados, o vereador confirmou que quer – a todo custo – diminuir os casos de amputações em Alagoas, que hoje estão entre 480 e 500 amputações por mês. “Temos que evitar este genocídio”, ressaltou Cleber Costa.

Hoje, Alagoas tem o mesmo nível de amputações que Cuba, porém nas Terras de Fidel são 12 milhões de habitantes (contra 3,1 milhões do Estado) e um programa revolucionário está tendo bons resultados. Sabedor disso, o vereador convidou o dr. Julio Baldomero, coordenador do programa cubano de assistência aos diabéticos, para participar da sessão pública.

O especialista disse que o programa de seu país abrange 14 províncias, e já se chegou a 900 mil amputações. “De 100 pacientes diabéticos, 50% devem ser amputados, deste universo, entre três e seis meses, eles devem sofrer uma nova amputações e morrerem em seguida”, alarmou Baldomero, chamando a atenção para a importância da atenção do Poder Público para o problema.

Ele coordena uma equipe técnica que faz um acompanhamento presente dos pacientes. “Uma Boa Atenção Básica garante uma orientação e um cuidado satisfatório. Quando começamos uma casa, começamos por baixo, com uma base forte, assim teremos sucesso”, frisou. Em Cuba, segundo Baldomero, eles conseguiram evitar a amputação de 85% dos pacientes.

Jackson Caiafa, médico responsável pelo programa carioca, deu a receita para se reduzir os índices de amputações, como ocorreu na capital fluminense. “Fortalecemos a Atenção Básica. Médicos e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família (ESF) foram capacitados e conseguimos reduzir 50% os casos críticos de amputação, em três anos. Capacitando e orientando equipes médicas, aproximando-se da população”, comemorou.

Com dois especialistas renomados falando, o secretário municipal de Saúde, João Marcelo Lyra, assinou embaixo e confirmou que o interesse primordial da administração atual é melhorar os médicos de Saúde da Família e os postos de saúde.

Para o presidente da Câmara, Chico Filho (PP), o momento da discussão foi muito propício, pois além de ser uma doença que está muito presente na sociedade, é necessário criar mecanismos de contenção. “Temos vereadores, servidores, parentes diabéticos. Todos estamos interessados. E desde já estamos esperando o requerimento do PL para apreciarmos e, certamente não teremos dificuldades para aprová-lo”, frisou.

Participaram da sessão, os vereadores Tereza Nelma (PSDB), Zé Márcio (PSD), Silvania Barbosa (PPS) e Dudu Ronalsa (PSDB).

Fonte: Ascom/Câmara

Leia também:

Vereador alagoano propõe assistência a vítimas de amputação por diabetes

Passo Firme – 04/03/2013
Curta e compartilhe a página do Blog Passo Firme no Facebook!

Anúncios

Obrigado por sua colaboração ao #PassoFirme!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s